50 anos | Missão Tripulada Apollo 12

Na segunda sessão, na Casa Comum da Reitoria da U. Porto, a 19 de Novembro, às 21:30, precisamente 50 anos após a segunda alunagem, enfrentando o desafio de se conseguir alunar num local preciso da superfície da Lua, temos como segundos oradores a alunarem com igual precisão: Gabriela Vaz-Pinheiro e Paulo Magalhães devidamente assistidos, em órbita, por Fátima Vieira.

 

«Whoopie! Este pode ter sido pequeno para o Neil, mas para mim é enorme.»

      — Pete Conrad, anuncia com estas palavras o momento em que pisa a superfície da Lua.

50 anos depois de a Humanidade ter saído do seu berço, ainda faltarão alguns para que volte a aventurar-se por outras paragens. A celebração do cinquentenário da chegada da Humanidade ao mais próximo astro do nosso Sistema Solar, levanta-nos ainda muitas questões sobre as nossas aspirações, sonhos e o modo como olhamos para nós e para o nosso planeta, simultaneamente, berço e casa.

 

Gabriela Vaz-Pinheiro e Paulo Magalhães irão conversar sobre os desafios colocados à criatividade e ao engenho que permitem à humanidade superar grandes desígnios dificilmente imagináveis.

 

Fátima Vieira, em órbita, irá conduzir o cumprimento do programa da alunagem.

 


Apollo 12 – 19 Novembro, 1969 | Alunagem 6h54m35s UTC | Mare Cognitum

Charles “Pete” Conrad [11:44:22 UTC + 03:59:00 UTC] e Alan L. Bean [12:13:50 UTC + 04:06:00 UTC]
(com Richard Gordon em órbita lunar)

2 atividades extraveiculares com 3h56m03s + 3h49m15s de duração, recolhendo 34,35 kg de amostras

Missão: 10dias, 4h e 36m


 

Gabriela Vaz-Pinheiro Formada em Escultura pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto, possui o Mestrado Europeu em Cenografia pelo Central St. Martins College e Utrecht School of the Arts, Mestrado em Teoria e Prática da Arte Pública e Design pelo Chelsea College of Art & Design, e Doutoramento por projecto pelo Chelsea College. Lecionou na Central St. Martins College of Art & Design, em Londres, entre 1998 e 2006. Tem exposto em contextos diversos, tendo recebido bolsas de estudo da Fundação Calouste Gulbenkian, Ministério da Cultura, da Contemporary Art Society e do The London Institute, e recebeu, como artista, o apoio da Direcção Geral das Artes / Instituto das Artes. Possui contínuo trabalho editorial, com múltiplos livros publicados e textos em catálogos. Responsável pelo Programa de Arte e Arquitectura para Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura, tem realizado trabalho curatorial com várias colecções institucionais e também em contextos expositivos alternativos. Ensina, desde 2004, na Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto, onde dirige o Mestrado em Arte e Design para o Espaço Público e é Membro Integrado do i2ads, Instituto de Investigação em Arte Design e Sociedade.

 

Paulo Magalhães Natural do Porto, Jurista e investigador do CIJE- Centro de Investigação Jurídico-Económica, da Universidade do Porto, onde se encontra atualmente a realizar um Pós-Doutoramento. É Licenciado em Direito pela Universidade Católica do Porto, pós-graduado em Direito do Ambiente pela Universidade de Coimbra e doutorado em Ecologia-Humana pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Em 2007, publicou O Condomínio da Terra: das Alterações Climáticas a uma Nova Concepção Jurídica do Planeta. Em 2016 foi Co-editor do SOS Treaty – The Safe Operating Space Treaty: A New Approach to Managing Our Use of the Earth System. É o Diretor-Geral da Casa Comum da Humanidade, uma Associação Internacional sediada na Universidade do Porto e que propõe uma nova construção jurídica global baseada nos novos conhecimentos sobre o funcionamento do Sistema Terrestre. Foi co-fundador da Quercus e co-fundador e membro do Conselho Geral da ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável. É membro do Ethics Specialist Group of the IUCN World Commission on Environmental Law e da Earth System Law Task-Force do Earth System Governance Project. Foi co-fundador da ELGA – Environmental Law and Governance Association. É conselheiro do CNADS – Conselho Nacional de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

 

Fátima Vieira Vice-Reitora da Universidade do Porto (Cultura, Museus e U.Porto Edições). Professora Associada com Agregação da Faculdade de Letras, onde ensina desde 1986, Fátima Vieira foi membro do Conselho Geral da Universidade do Porto de 2012 a 2014 e pertenceu a diversos conselhos e comissões científicas desde que se doutorou, em 1998. Foi Diretora do Departamento de Estudos Anglo-Americanos de 2008 a 2010 e Presidente da Utopian Studies Society / Europe de 2006 a 2016. É atualmente a Coordenadora do polo do Porto do CETAPS – Centre for English, Translation and Anglo-Portuguese Studies, financiado pela FCT. No CETAPS, coordena o projeto “Mapping Utopianisms” e integra o projeto “Shakespeare and the English Canon: A research and translation project”. No ILCML – Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, coordenou três edições do projeto de investigação “Utopias Literárias e Pensamento Utópico: A Cultura Portuguesa e a Tradução Literária do Ocidente” (2001-2010), financiados pela FCT, e é atualmente coordenadora do projeto multidisciplinar ALIMENTOPIA (Utopia, Alimentação e Futuro: O pensamento utópico e a construção de sociedades inclusivas – um contributo das Humanidades), também financiado pela FCT.

 


>  Consultar programação completa (e em atualização) do ciclo em: www.planetario.up.pt/50AnosApollo

>  Ligação para o evento do Facebook: https://www.facebook.com/events/462665084662126


 

LogoUPortoLogoCasaComumLogoPlanetarioLogoIA




DETALHES
Local: Casa Comum, Reitoria da Universidade do Porto – Praça de Gomes Teixeira, 4099-002 Porto

Dia: 2019-11-19
Hora de Inicio: 21:30
Hora de Fim: 23:00

Evento gratuito
Adicionar à minha agenda 2019-11-19 21:30 2019-11-19 23:00 Europe/Lisbon 50 anos | Missão Tripulada Apollo 12

Na segunda sessão, na Casa Comum da Reitoria da U. Porto, a 19 de Novembro, às 21:30, precisamente 50 anos após a segunda alunagem, enfrentando o desafio de se conseguir alunar num local preciso da superfície da Lua, temos como segundos oradores a alunarem com igual precisão: Gabriela Vaz-Pinheiro e Paulo Magalhães devidamente assistidos, em órbita, por Fátima Vieira.

 

«Whoopie! Este pode ter sido pequeno para o Neil, mas para mim é enorme.»

      — Pete Conrad, anuncia com estas palavras o momento em que pisa a superfície da Lua.

Casa Comum, Reitoria da Universidade do Porto – Praça de Gomes Teixeira, 4099-002 Porto 1440 Planetário do Porto - Centro Ciência Viva